Alphonsus
Alphonsus

Quadrante 9

http://www.astrobin.com/full/221235/0/

Em um momento ou outro quase todas as crateras lunares haviam sido consideradas vulcânicas - mas agora praticamente todas as crateras podem ser convincentemente re-interpretada como produtos de crateras de impacto. Então, existem crateras vulcânicas na lua? Sim, poucas, e eu a tempos atrás publiquei fotos (http://www.astrobin.com/full/48970/0/?real&mod /http://www.astrobin.com/full/98680/0/) em que são perfeitamente visíveis crateras de halo escuro no chão de Alphonsus. Mas, primeiro, como sabemos que elas não são crateras de impacto?
1. Porque elas não são circulares.
2. Elas estão cercadas por halos escuros.
3. Elas ocorrem ao longo rilles.
As respostas(1) e (2) podem ser explicadas por meio de processos de impacto, mas a resposta (3) é pouco provável que resulte de impacto. Estudos espectrais também mostram que os halos escuros são material piroclástico (cinza),e não fragmentação de rochas no chão. Considerando todas essas características em conjunto o vulcanismo é a única interpretação razoável.
No início de 1970 Tom McGetchin e Jim Head fizeram uma comparação dessas crateras com os cones de cinza terrestres. Na Terra, cones de cinza, como Sunset Crater no norte do Arizona, são altos e têm os lados íngremes. Head e McGetchin perceberam que com menor gravidade da Lua e falta de atmosfera, exatamente a mesma erupção na Lua iria produzir uma cratera larga e baixa muito parecida com estes belos halos escuro em Alphonsus.
Fonte: LPOD - Charles Wood
Adaptação: Avani Soares

topo