Deslandres
Deslandres

Nascer do do Sol em Deslandres
Cada nova imagem baixa do Sol revela mais aspectos da superfície lunar. A visão requintada que eu obtive nessa foto da estranha cratera Deslandres não é nenhuma exceção. Revela a robustez da topografia em uma escala de cerca de 600m, pequenas crateras e colinas alijam a paisagem, mas estas são apenas a mais recente das características depositadas lá.
Deslandres - anteriormente e informalmente chamada Hellplain - é uma fascinante, mas muitas vezes esquecida cratera lunar. Com um diâmetro de 227 km (ligeiramente maior do que Clavius com 225 km), é uma das maiores crateras no lado próximo.
Com esse diâmetro Deslandres deve ter tido originalmente 5-6 km de profundidade, mas agora tem apenas cerca de 1,6 km. Para que tenha havido essa grande quantidade de enchimento provavelmente as maiores contribuições foram depósitos da formação da Bacia do Humorum, com alguns ejectos também de Imbrium e Orientale.
Essa imagem com o Sol extremamente baixo mostra algumas características desconcertantes. Meu amigo Chuck Wood diz que pode ver pedaços do que seria um anel interno com um diâmetro bruto de 70 km e ainda pergunta: É Deslandres uma bacia de impacto de dois anéis, como Compton?
Se assim for, o anel interno é bastante pequeno - normalmente bacia de anéis internos tem cerca de 50% do diâmetro do anel principal - ou 110 km para Deslandres.
Se nota também correndo ao lado direito da seta amarela uma ampla calha tipo rille com cerca de 110 km de comprimento e 10 km de largura. É muito incomum um rille se desenvolver em terrenos agrestes como esse.
Enfim, uma imagem intrigante com muitos aspectos incríveis, basta saber olhar!
Fonte: LPOD-Chuck Wood
Adaptação e texto: Avani Soares
http://www.astrobin.com/full/272742/0/?nc=

 

topo