Gauss
Gauss

Quadrante 3

 

Gauss, uma cratera difícil de capturar!
Esta não é uma das minhas melhores imagens, mas certamente é uma foto inédita sob vários aspectos.
Para começar é a primeira vez que fotografo Gauss em bom angulo, pois é uma cratera que situa-se no limbo leste, na zona de libração, então nem sempre se encontra numa posição favorável.
Por tudo que pesquisei não se encontra muitas fotos dela, achei apenas 3 em close no LPOD (https://translate.googleusercontent.com/translate_c…) (https://translate.googleusercontent.com/translate_c…) e o que me chamou atenção foi que em nenhuma delas qualquer Rima ou Rille é visível sendo que o próprio Charles Woods falava que da Terra era impossível ver ou mesmo fotografar qualquer Rima.
Pois bem, creio que esta foto provou o contrário já que diversas Rimas são visíveis.
Gauss é uma grande cratera circular de 182 Km de diâmetro, pertence ao grupo das crateras FFC (Floor Fractured Crater) ou seja, crateras de chão fraturado como bem podemos perceber na imagem WAC obtida pela sonda LROC em anexo.
É uma cratera bastante interessante com diversos picos que se sobressaíram bem nesta foto devido ao baixo angulo de iluminação, eles não são picos centrais nem parecem ser um anel interno de picos. Seriam eles os restos de uma cratera interior que submergiu ao fluxo de lava?
Alem das Rimas Gauss possui pelo menos 3 depósitos pyroclasticos sendo assim um triste fato uma cratera tão rica em formações se situar numa posição tão pouco privilegiado.
Fonte: LROC/NASA
LPOD/ Charles Wood
Adaptação e texto: Avaní Soares
http://www.astrobin.com/full/147035/0/

 

 

 

 

 

topo