Moretus
Moretus

Um pico magnífico numa cratera fantástica.
Moretus sempre foi uma das minhas crateras lunares preferidas, seja pela sua localização próxima ao pólo sul, seja pela suas paredes de terraços extremamente jovens e bem delineados. Mas o que realmente me atrai em Moretus é o seu magnífico pico central que nessa foto em especial foi destacado de forma extremamente imponente.
Quando um impacto atinge a superfície sólida de um planeta ou lua, uma onda de choque se espalha a partir de local do impacto. A onda de choque fratura a rocha e cava uma grande cavidade (muito maior do que o bólido de origem). O material é ejetado em todas as direções. O bólido é quebrado em pequenos pedaços e pode derreter ou vaporizar. Porem, as vezes, a força do impacto é grande o suficiente para derreter um pouco da rocha local e empurrar algum material para as bordas da cratera que depois volta a cair para o centro, a rocha abaixo da cratera rebate pulando para cima criando um pico central e as bordas dessas crateras maiores podem cair, criando os terraços que são vistos com nitidez nessa foto.
O tamanho e forma da cratera e a quantidade de material escavado depende de fatores tais como a velocidade e a massa do corpo de impacto e a geologia do local. Quanto mais rápido o bólido de entrada, maior a cratera. Normalmente, os bólidos atingem à Lua numa velocidade de 10 a 20 quilômetros por segundo. Tal impacto de alta velocidade produz uma cratera que é de aproximadamente 10 a 20 vezes maior em diâmetro do que o objeto de impacto. Quanto maior for a massa do Bolido, tanto maior o tamanho da cratera.
Crateras são mais frequentemente circulares mas crateras alongadas podem ser produzidas por um impacto que atinge a superfície em um ângulo muito baixo inferior a 20 graus.
Finalmente, cada cratera conta uma história única e revela um pouco mais dos segredos do corpo que a contem.
E as Rimas de Curtius e aquele cenário dramático do Sol nascendo em Clavius?
Bem... são apenas mais um brinde em uma foto que já é fascinante!
Texto: Avani Soares
http://www.astrobin.com/full/253558/0/

topo